top of page

Matcha: será que o conhece bem?

Atualizado: 13 de jan. de 2023

Post elaborado pela nutricionista Ana Rita Lebreiro: @nutripontocome



Com certeza que a primeira associação que faz quando ouve falar em Matcha é ao ritual do chá japonês e é natural que o faça, pois a sua utilização teve origem nos templos budistas, onde os monges o utilizavam nas cerimónias religiosas com o intuito de proporcionar clareza e limpeza de espírito.


O Matcha é chá verde em pó, que é produzido a partir das folhas mais novas da planta Camellia Sinensis, que são tapadas de forma a bloquear a passagem da luz solar, uma semana antes da colheita, para assim desacelerar o crescimento. Isto faz com que as folhas aumentem a sua produção de clorofila, aminoácidos (especialmente L- teanina) e antioxidantes, como é o caso das catequinas. As folhas verdes jovens são depois colhidas, vaporizadas, secas e reduzidas a um pó, com aquela cor verde intensa bem característica.

O matcha é uma das fontes mais ricas em flavonóides, especialmente rutina, numa quantidade superior à encontrada no trigo sarraceno, que é considerado uma das melhores fontes de rutina. Este composto tem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e ajuda no funcionamento do sistema imunitário. A vitamina C, que também se pode encontrar no chá matcha, actua em sinergia com a rutina exercendo protecção contra o stress oxidativo e ajudando na integridade e bom funcionamento do sistema circulatório.


Encontramos também no chá matcha outros compostos polifenólicos como as catequinas que têm uma forte acção antioxidante devido à sua capacidade em neutralizar os radicais livres e aumentar a actividade das enzimas com acção desintoxicante, como a glutationa peroxidase e glutationa redutase. De todas as catequinas presentes no matcha, destaca-se a presença da epigalocatequina galato (EGCG) que possui propriedades anti-tumurais.


Comparativamente com os outros chás verdes, o matcha tem o maior poder antioxidante.


Por tudo que foi referido, ao consumo regular de matcha estão-lhe associados diversos benefícios como melhoria da concentração, do bem-estar, da função cognitiva, redução do stress e aumento da energia. Também apresenta benefícios na prevenção das doenças cardiovasculares, no desenvolvimento de diversos tipos de cancro, na melhoria do sistema imunitário e na qualidade da pele.


Se ainda não ficou fã de Matcha aconselhamo-la/o a experimentar a nossa granola MATCHA e algumas sugestões de receitas que podem servir de inspiração para começar: muffins de matcha com framboesa e crepes de matcha.



Fontes consultadas:

  1. Jakubczyk, Karolina et al. Antioxidante Properties and Nutritional Composition of Matcha Green Tea. Foods. 2020 Apr; 9(4): 483.

  2. Matsumoto K et al. Effects of green tea catechins and theanine on preventing influenza infection among healthcare workers: a randomized controlled trial. BMC Complement Altern Med. 2011 Feb 21;11:15.

  3. Z M Wang, B Zho. Black and green tea consumption and the risk of coronary artery disease: a meta-analysis. Am J Clin Nutr. 2011 Mar;93(3): 506-15.

  4. Matsumoto K et al. Effects of green tea catechins and theanine on preventing influenza infection among healthcare workers: a randomized controlled trial. BMC Complement Altern Med. 2011 Feb 21;11:15.

  5. Heinrich U et al. Green tea polyphenols provide photoprotection, increase microcirculation, and modulate skin properties of women. J Nutr. 2011 Jun;141(6):1202-8.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page