top of page

Trigo Sarraceno: saiba quais os benefícios para a sua saúde!

Atualizado: 13 de jan. de 2023

Post elaborado pela nutricionista Ana Rita Lebreiro: @nutripontocome



O consumo de trigo sarraceno, também chamado de trigo-mourisco, parece ter começado há cerca de 5000 a 6000 anos no Sudeste Asiático, tendo-se depois espalhado para a Ásia Central, Médio Oriente e Europa.


Apesar de ser utilizado como cereal, por exemplo, para a produção de pão, o trigo sarraceno não é um cereal mas antes uma semente de um fruto da família do ruibarbo. Como não se trata de um cereal, este é isento de glúten sendo apto a ser consumido por doentes celíacos e por pessoas com sensibilidade ao glúten.


Nutricionalmente é um alimento muito interessante e rico. É fonte de fibra, principalmente amido resistente ao qual se atribui um potencial efeito prebiótico, por estimular a proliferação de bactérias benéficas ao organismo. Possui um teor em proteína superior ao trigo comum e proteína de alto valor biológico, ou seja, com todos os oito aminoácidos essenciais. É fonte de vitaminas, especialmente, vitaminas do complexo B como B1, B2 e B6; e minerais, como potássio, fósforo, magnésio, cálcio, sódio, manganésio e zinco.


O trigo sarraceno é rico em dois flavonóides, com diversos efeitos benéficos para o organismo: a rutina e a quercetina. A rutina ajuda a fortalecer e aumentar a flexibilidade dos vasos sanguíneos e a quercetina possui propriedades anti-inflamatórias, anticarcinogénicas, antivirais, cardioprotectoras, entre outras.


Todas estes nutrientes presentes contribuem para os benefícios do consumo frequente de trigo sarraceno como diminuição dos níveis de colesterol e triglicerídeos, contribuindo assim para a saúde cardiovascular, melhora o funcionamento do intestino e ajuda no controlo da glicemia, sendo uma mais valia na prevenção da diabetes.


Se ainda não o consome com regularidade, pode começar pelas granolas Simplu, todas elas têm trigo sarraceno na sua composição e como sabe, são fáceis de combinar com qualquer fruta ou iogurte!


Fontes consultadas:

  1. Christa, Karolina and Soral-Smietana, Maria, Buckwheat Grains and Buckwheat Products - Nutritional and Prophylactic Value of their Components - a Review. Czech F. Food Sci. Vol. 26, No.3: 153 - 162.

  2. Chia-Chen Lee et al, Fagopyrum tataricum (Buckwheat) Improved High-Glucose-Induced Insulin Resistance in Mouse Hepatocytes and Diabetes in Fructose-Rich Diet.Induced Mice. Exp Diabetes Res. 2012; 2012: 375673.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page